Tempestade de emoção
( Lígia Gabrielle / Hugo Becker)

Tenho medo
De acreditar no que eu mesmo estou vivendo
Talvez pareça insensatez mas
Longe de mim dessa vez me enganar

É um segredo
Que eu finjo que escondo mas sei
Há tanto tempo você parece perceber mas
O seu coração eu não consigo decifrar

Perco o sono e não posso evitar
Tempestade de emoção
Lancinante, inexplicável ilusão

Como saber a diferença entre te amar
E a sentença de querer
Que o tempo passe devagar enquanto lembro de você
Sei que é loucura mas não dá
Não sou capaz de entender
Entrego os pontos e desisto de tentar te esquecer